Autora: Maristela Rocha de Almeida Magalhães
ORIENTADOR: PROF. DR. DMITRI CERBONCINI FERNANDES

Tese apresentada ao Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais, da Universidade Federal de Juiz de Fora, como requisito para obtenção do título
de doutora em Ciências Sociais

RESUMO
Este trabalho pretende investigar como as composições de Francisca Gonzaga  (1847-1935) para o teatro musicado contribuíram para que ela transpusesse a condição de outsider para a tomada de uma nova posição nas últimas décadas de vida. Procuro investigar e explicar sociologicamente como isso ocorreu
naquele microcosmo do Rio de Janeiro, sobretudo entre 1885 e 1935. Além das peças, outros elementos contribuíram para que ela se tornasse uma persona estabelecida. Será elucidado, ainda, o quanto a personalidade de Chiquinha, desafiadora para o establishment da sociedade do seu tempo-espaço, foi preponderante para a repercussão das suas obras. Concluiu-se que a análise dos elementos apontados ratificaram, bem como dilucidaram a conquista do capital simbólico pela maestrina. Palavras-chave: Música Popular Brasileira; Maxixe; Teatro musicado.

ABSTRACT
This work intends to investigate how the compositions of Francisca Gonzaga  (1847-1935) for the musical theatre contributed to transcend her condition of outsider to take a new position in the last decades of her life. I propose to investigate and explain sociologically how this occurred in that microcosm of Rio de Janeiro, especially between 1835 and 1935. In addition to the pieces, other elements contributed to her becoming an established persona. It will also be elucidated how much Chiquinha’s personality, challenging to the establishment of the society of his time-space, was preponderant for the repercussion of his works. It was concluded that the analysis of the elements indicated ratified the conquest of symbolic capital by the maestrina. Keywords: Popular Brazilian Music; Maxixe; Musical theater.

Baixe aqui em PDF