O periódico A NOTÍCIA/RJ de 2 e 3 de outubro de 1903 publica: Crítica Literária sobre o romance A mais encantadora mulher escrito por Dr. Gonzaga Filho (Juca), irmão de Chiquinha Gonzaga.

“… Depois, passaram à ceia. Durante ela, uma afinada orquestra, não mais saindo das ondulações do compasso ternal (ternário), foi executando uma série de músicas, que os estrangeiros presentes, ao confessarem que as desconheciam, logo classificaram de inspiradíssimas. Diz-nos o Dr. Gonzaga que eram todas da maestrina D. Francisca Gonzaga (Chiquinha Gonzaga).

Fonte: Hemeroteca Digital / Biblioteca Nacional Brasileira