OS NAMORADOS DA LUA

Esta serenata é uma das poucas composições com versos assumidamente de Chiquinha Gonzaga. A composição deve ser do início de 1900, pois em fevereiro sabemos que foi vendida ao seu editor, Manoel Antônio Guimarães. Essa era uma fase de transbordamento da madura compositora, no início do seu relacionamento com o jovem português João Batista Fernandes Lage. Foi publicada também em Lisboa por Almanaque Musical Artístico Literário, 1910, de A Editora. Os namorados da lua firmou a popularidade do cançonetista Geraldo Magalhães, que a cantava nos palcos populares do Rio de Janeiro e de Lisboa. A crônica carnavalesca registra que esta serenata foi apresentada pela Estudantina Lisbonense em visita à redação de um jornal no segundo carnaval de 1912 (de 6 a 9 de abril) – ‘segundo carnaval’ porque o falecimento do Barão do Rio Branco a uma semana da festa provocou a transferência das comemorações, o que terminou fazendo com o povo festejasse duas vezes. Neste carnaval, outra música de Chiquinha Gonzaga foi cantada, o dobrado Carnavalesco. A marchinha pioneira Ó abre alas já existia e era cantada, mas ainda coexistia com todo tipo de música, pois a prática da composição para carnaval não se consolidara. Os namorados da lua recebeu gravações do cantor Baiano em disco Zon-o-phone, entre 1902-1904; de Mário Pinheiro em disco Victor, entre 1908-1912; de Vania Carvalho (voz), acompanhada por Edson José Alves (violão), Gabriel (baixo) e cordas, em 1979; de Milton Nascimento (voz) acompanhado por Leandro Braga (piano), 1999; e de Leandro Braga (piano), acompanhado por Zero (percussão) e Adriano Giffoni (baixo), 1999.

letra de Francisca Gonzaga

 1.

É meia noite! Desperta

Acorda gentil morena

Sem vestido, lenço ou touca

Vem que a noite está serena.

A lua brilha, bons cidadãos

Adormecei, adormecei

E voz donzelas, meigas e belas

Pra nós correi, correi

(Pra nós correi, aparecei!)

2.

É meia noite! Desperta

Acorda gentil morena

Sem vestido, lenço ou touca

Vem que a noite está serena.

A lua brilha, bons cidadãos

Adormecei, adormecei

E voz donzelas, meigas e belas

Pra nós correi, aparecei!

download das partituras

 

  Parceria Institucional Produção Patrocínio
Lei de Incentivo à Cultura Instituto Moreira Salles Sociedade Brasileira de Autores Integrar Produções Culturais e Eventos EMC Natura Ministério da Cultura