CANANÉA

Esta valsa, composta provavelmente em 1900 e publicada no ano seguinte, era anunciada pelo editor Manoel Antônio Gomes Guimarães como sucesso. Foi escrita pela compositora para piano e banda: flautim (ré b), requinta, clarinete 1º e 2º, pistons 1º e 2º, altos 1º, 2º e 3º, trombones (dó) 1º e 2º, saxofone soprano, bombardino (dó), contrabaixo (si b), contrabaixo (mi b), saxofone barítono, pancadaria. E também, em 1903, com anotação como valsa lenta, para piano e orquestra de cordas: 1º violino A, 1º violino B, 2º violino, viola, violoncelo, contrabaixo. Recebeu gravações por Rosária Gatti (piano), em 1997; Marcus Viana (violino) e Maria Teresa Madeira (piano), em 1999; Maria Teresa Madeira (piano), também em 1999; e Ana Fridman (piano), Vitor Lopes (gaita), Bel Latorre (clarone), em 2010.

download das partituras

 

  Parceria Institucional Produção Patrocínio
Lei de Incentivo à Cultura Instituto Moreira Salles Sociedade Brasileira de Autores Integrar Produções Culturais e Eventos EMC Natura Ministério da Cultura