Autora: L. Tonella Tüzün

YEDİ: SANAT, TASARIM VE BİLİM DERGİSİ
YEDİ: JOURNAL OF ART, DESIGN & SCIENCE
 
Abstract
Until the late nineteenth century, the rarely seen female composers in history of music had musical education supported by their fathers until the age of marriage when the focus had to turn into a new familiar nucleus. However, only the female artist, who had achieved economic freedom, was able to develop her creativity. Chiquinha Gonzaga (1847-1935) is one of those exceptional cases that managed not only to enter the History of Music but also to change the parameters of Brazilian music. The aim of this study is focused on the role of her works within the conservative society of Rio de Janeiro and her influence on contemporary male composers. The study concludes that her artistic creativity broke rules of the conservative society of her time, not allowing herself to be a victim of the system.
Keywords: Chiquinha Gonzaga, Woman composer, Brazilian music, Creative power, Female inclusion
 
 

Tradução livre
Ruptura de Chiquinha Gonzaga na história da música: inclusão do poder criativo feminino

Abstrato
Até o final do século XIX, os compositores femininos raramente vistos na história da música tinham educação musical apoiada por seus pais até a idade do casamento, quando o foco tinha que se transformar em um novo núcleo familiar. No entanto, apenas a artista feminina, que alcançou a liberdade econômica, conseguiu desenvolver sua criatividade. Chiquinha Gonzaga (1847-1935) é um desses casos excepcionais que conseguiu não só entrar na História da Música, mas também mudar os parâmetros da música brasileira. O objetivo deste estudo é focado no papel de suas obras dentro da sociedade conservadora do Rio de Janeiro e sua influência sobre os compositores masculinos contemporâneos. O estudo conclui que sua criatividade artística rompeu regras da sociedade conservadora de seu tempo, não se permitindo ser vítima do sistema.
Palavras-chave: Chiquinha Gonzaga, compositora, música brasileira, poder criativo, inclusão feminina